A história de DCUO 1

MarceloSix | 20:21 |

Em entrevista ao CBR os produtores Cao & Yanagi dão mais detalhes sobre a história.

A história de DCUO se passa nos dias de hoje e o jogo começa com a chega de um Lex Luthor que viajou no tempo, vindo alertar sobre uma batalha que matará a maioria dos heróis e vilões, deixando o planeta vulnerável a invasão de Brainiac.

O vídeo "Em quem você acredita", é a abertura do jogo que mostra um futuro sombrio onde Lex Luthor e outros vilões estão envolvidos no que parece ser uma batalha final contra a Liga da Justiça. Após Luthor e seus aliados derrotarem a Liga a Justiça chega a nave de Brainiac com sua armada alienígena. De volta aos dias de hoje Luthor do futuro explica que em seguida Brainiac eliminou todos os heróis e vilões que tentaram defender a terra, e que ele foi o único sobrevivente. Ele roubou algumas das tecnologias de Brainiac com o objetivo de voltar ao passado e avisar os heróis.

Luthor de alguma forma manda a superfície da Terra, uma onda de choque em torno de Metropolis e Gotham City, e diz a liga que acaba de dar-lhes uma chance de lutar contra Brainiac. Ela usou uma tecnologia de Brainiac, que havia utilizado para copiar os poderes dos Protetores da Terra, fazendo com que surgisse mais e mais seres humanos super poderosos(ou seja os personagens dos jogadores).



Na mesma entrevista eles afirmam que não teremos servidores conjuntos (PS3 + PC).
Há algum tempo estava rolando boatos que os produtores estavam com dificuldades de manter as 2 plataformas no mesmo servidor e apesar de nas apresentações nas feiras e eventos ambôs estarem no mesmo servidor, eles acabaram por separar os dois.

Fonte: CBR Em Inglês.
_________________________________________________

Comentários do autor: Isso me deixa realmente muito triste e acaba de tornar o Vivox um tanto inútil, acredito que ainda teremos servidores conjuntos, não no lançamento mas quem sabe quando eles estiverem mais familiarizados com o sistema.

1 Comentários:

Bruno Resende Ramos disse...

Também acho muito interessante inovações no campo. Mas tá bom por hora. Abraços.